Sociedade

Julgamento dos homens que mataram estudante bolseiro durante assalto arranca hoje

O julgamento dos homens que assassinaram a tiro o ex-estudante bolseiro, Jorge Peterson da Silva Miguel, de 26 anos, no bairro Gamek em Luanda, à saída de uma agência do Banco BIC, onde tinha ido levantar seis milhões de Kwanzas, começa hoje na 5ª Secção da Sala dos crimes comuns, do Tribunal Provincial de Luanda.

De acordo com fonte do SIC-Geral, foram detidos dois integrantes do grupo de quatro elementos que vai ser julgado pelo crime de homicídio qualificado.

O SIC revelou ainda que as investigação prosseguem para localizar e deter os outros dois elementos foragidos que estão igualmente acusados de homicídio qualificado.

Os factos remontam a 22 de Janeiro de 2018, quando a vitima e um amigo a quem tinha pedido boleia foram perseguidos por quatro elementos em duas motorizadas na Av. 21 de Janeiro, em Luanda, depois da vítima de ter saído da agência do Banco BIC.

Jorge Peterson da Silva Miguel resistiu ao assalto e foi assassinado pelos criminosos que dispararam, na via pública e em plena luz do dia, para levarem o dinheiro.

Segundo a mãe da vítima, Romana da Silva, na data dos factos, durante o tempo que decorria o assalto, que durou menos de cinco minutos, o amigo da vítima conseguiu fugir e sair ileso.

A progenitora disse ainda que acredita que o crime terá sido premeditado dias antes.

De recordar que Jorge vivia na África do Sul, onde estava a estudar, e no ano em que foi assassinado iria receber o diploma de final do curso. (Novo Jornal)

 

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close