Sociedade

Exames de acesso ao sector da Educação adiados para a próxima semana

O Ministério da Educação (MED) anunciou esta segunda-feira, 02, a alteração da data das provas de aptidão do concurso público de ingresso de novos professores.

As provas, que estavam marcadas para começar hoje, 03, foram adiadas para a próxima terça-feira, 10, informa uma nota de imprensa do referido Ministério.

O documento acrescenta que a alteração da data se deve a alguns constrangimentos ligados ao período de divulgação das listas gerais dos candidatos inscritos.

“O adiamento aparece por forma a garantir o cumprimento rigoroso do período estabelecido para a apresentação das reclamações dos candidatos não seleccionados, bem como permitir a preparação dos seleccionados para a prova de aptidão”, pode ler-se.

O Executivo, através do Ministério Educação, tem previsto o recrutamento de 20 mil professores para engrossarem o Sistema Nacional de Educação e Ensino, tendo em vista o suprimento da carência de professores existente.

Importa recordar que 20 mil novos professores deverão ser recrutados neste concurso público, que teve o seu início em fins de Maio.

O Ministério da Educação adverte que durante o processo de recrutamento dever-se ter em conta a quota estabelecida por lei para os candidatos deficientes de guerra, antigos combatentes e indivíduos com necessidades auditivas especiais.

Além dos candidatos formados nas escolas de formação de professores a nível médio e superior, o MED está a dar possibilidade a técnicos formados em outras áreas de concorrerem e serem contratados de acordo com as necessidades do sector.

Segundo o Ministério da Educação, as províncias onde haverá maior número de contratação de professores são Luanda com 2.650, Huíla 1.584, Benguela 1.376, Huambo 1.372 e kwanza Sul com 1.414. (Novo Jornal)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker