DestaquesEmpreendedorismoSociedade

Dia Global da Mulher Empreendedora é celebrado no Cuanza Norte

A Cidade de Ndalatando, província de Cuanza Norte, acolhe no próximo dia 24 de Novembro, sábado, a conferência subordinada ao tema “O Impacto Socioeconómico da Mulher no Mundo de Negócios”.

De acordo com o comunicado que chegou à nossa redacção, trata-se de um evento que visa incentivar as mulheres líderes, inovadoras e empresárias a iniciarem startups, impulsionarem o crescimento económico e a promoção das comunidades em todo o mundo. O evento é realizado pela primeira vez no Cuanza Norte e a segunda em Luanda, tendo sido a primeira realizado o ano passado.

“À semelhança de Luanda, que contou com a participação de individualidades dos vários quadrantes da sociedade angolana, mulheres empreendedoras com actuação nos mais variados sectores, está prevista uma grande adesão ao evento de Ndalatando, a ter lugar no Auditório do Instituto Médio de Saúde do Cuanza Norte. Além dos participantes que vivem no Cuanza Norte, sairá de Luanda um número considerável de mulheres, e homens, que vão para o evento, na perspectiva, também, de identificarem oportunidades e estabelecerem contactos de trabalho”, lê-se no documento.

Segundo Lúcia Fernandes Stanislas, Embaixadora da WED, pretende-se com estas conferências mobilizar os decisores dos sectores público e privado, bem como fazedores de opinião da sociedade civil, criando, deste modo, o contacto entre pessoas de diferentes áreas, com vista a promoção do diálogo intersectorial em torno dos desafios que as mulheres no mundo dos negócios em Angola enfrentam, na perspectiva da criação de soluções para os problemas vigentes.

“O Impacto Socioeconómico da Mulher no Mundo de Negócios”, de forma a mobilizar os decisores dos sectores público e privado, bem como fazedores de opinião da sociedade civil, criando, deste modo, uma rede de trabalho entre pessoas de diferentes áreas, com vista a promoção do diálogo intersectorial em torno dos desafios que as mulheres no mundo dos negócios em Angola enfrentam, na perspectiva da criação de soluções para os problemas vigentes.

“O evento vai permitir também, conforme aconteceu em Luanda, na Academia BAI, no passado dia 17 de Novembro, a apresentação pública da plataforma Mwika no Cuanza Norte, um ecossistema que surge da filosofia do WED. A plataforma Mwika, destaca-se, segundo Lúcia Fernandes Stanislas, vai reunir todos os recursos necessários à actividade empreendedora, desde os peritos em empreendedorismo, apoio jurídico, administrativo, financeiro e toda uma rede de contactos que promoverá os negócios e sinergias entre os membros”, finaliza. (ONgoma News)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close