DestaquesReligiõesReligiõesSociedade

CEAST pede medidas “adequadas e efectivas” contra falsas promessas de cura do VIH/Sida feitas por seitas e kimbandeiros

O vice-presidente da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST) lançou um apelo às autoridades nacionais para que sejam tomadas "medidas adequadas e efectivas" contra as seitas religiosas e os kimbandeiros (feiticeiros) que fazem falsas promessas de cura do VIH/Sida e outras doenças.

D. José Imbamba, arcebispo de Saurimo, citado pelo Vatican News, um dos media o ciais da Santa Sé, criticou duramente as “falsas promessas e esperanças” usadas por seitas religiosas e curandeiros tradicionais – “Kimbandas” – produzidas com o objectivo de explorar as fragilidades das pessoas para benefício próprio.

Face a este quadro, o responsável da CEAST lançou um apelo ao Governo para que tome medidas céleres para colocar um ponto final nestas práticas e para combater eficazmente a dispersão desta doença em Angola, optando por uma campanha de alerta para os riscos inerentes.

O arcebispo de Saurimo frisou o problema das promessas de cura feitas apenas com recurso a água benta ou óleos ou ainda “palavras de profecia”.

O prelado entende que o combate a esta pandemia (http://www.novojornal.co.ao/sociedade/interior/anaso-coloca-generais-e- deputados-entre-os-que-praticam-contaminacao-voluntaria-do-vih-70626.html) deve consubstanciar a distribuição de medicamentos, dar a conhecer os métodos de prevenção e os efeitos do vírus do Sida, especialmente em escolas, aquartelamentos militares e locais de grande concentração populacional. (Novo Jornal)

 

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close