DestaquesPolítica

UNITA diz que remodelação expõe dificuldade em consolidar elenco governamental mas elogia competência de Vera Daves

O vice-presidente da UNITA, Raul Danda, considerou hoje a nova ministra das Finanças, Vera Esperança dos Santos Daves, como um quadro competente mas espera que lhe seja dado espaço e tempo suficientes para se afirmar no desempenho da função, embora sublinhe que estas mudanças mostram que o Presidente da República tarda a acertar com o elenco do seu Executivo.

Vera Daves “é um quadro competente, mas é preciso que lhe seja dada a oportunidade para poder desempenhar a sua função”, disse ao NJOnline, Raul Danda.

Segundo o vice-presidente do maior partido da oposição, é preocupante o que acontece no País numa altura em que o Presidente da República, que está ao meio do seu mandato, se vê obrigado a continuar a mexer no Executivo.

“João Lourenço tem direito de exonerar e nomear, mas o que estamos a constatar é que as coisas não correm bem a nível de quadros”, afirmou Danda, salientando que os angolanos estão surpreendidos com exonerações de vários gestores públicos e membros do Governo.

Segundo Raul Danda, o Presidente da República deveria estar mais preocupado com País, que continua com problemas de desemprego, criminalidade e défice de assistência humanitária às populações do sul de Angola.

Reagindo as nomeações e exonerações de ontem, o quarto vice-presidente da Assembleia Nacional e dirigente da CASA-CE, Manuel Fernandes, disse haver uma crise de quadros o que obriga o Presidente da República a mover regulamente o Executivo.

“Qualquer coisa não vai bem. Até aqui, o Presidente da República, João Lourenço, não conseguiu ainda ter uma equipa consolidada”, acrescentou.

De acordo com o deputado, o País tem muitos problemas por resolver e com mexidas constantes do Executivo, “muita coisa continua estagnada”.

Recorde-se que o Presidente da República, João Lourenço, nomeou na terça-feira, Vera Daves para o cargo de ministra das Finanças.

A antiga secretária de Estado para as Finanças e Tesouro rende no cargo Augusto Archer de Sousa Mangueira, nomeado governador da província do Namibe, em substituição de Carlos da Rocha Cruz.

João Lourenço nomeou igualmente Ana Paula Tuavanje Elias para o cargo de ministra da Educação, em substituição de Maria Cândida Teixeira.

Para o cargo de secretário de Estado para as Finanças e Tesouro, antes ocupado por Vera Daves, o Presidente da República nomeou Osvaldo Victorino João.

João Lourenço nomeou também Franco Cazembe Mufinda para o cargo de secretário de Estado para a Saúde Pública, em substituição de José Manuel Vieira Dias Cunha.

O Presidente da República nomeou António Manuel para o cargo de vice-governador da Província do Bié para o Sector Político, Social e Económico, em substituição de Carlos Ulombe Esperança da Silva. (Novo Jornal)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close