AngolaDestaquesDOSSIER CORRUPÇÃOPolíticaPortugal

PGR de Angola quer julgar portugueses em Luanda

PGR admite alargar investigações a Manuel Vicente e a generais angolanos. Milhões para o Mónaco saíram da conta do BPI. EuroBic só tinha dois funcionários para controlar lavagem de dinheiro

Entrevista ao PGR angolano, que veio a Portugal reunir-se com a sua homóloga. Admite investigar outros poderosos e garante que, se for a Luanda, Isabel dos Santos não será presa à chegada.

Há três meses admitia pedir um mandado de captura internacional em relação a Isabel dos Santos. Já o fez?
Estamos agora a notificar todos os arguidos para terem conhecimento dos crimes de que são acusados e possam preparar a sua defesa. Com a abertura do processo-crime não se emite de imediato o mandado de captura.

Vão esperar que respondam às notificações?
Vamos esperar que possam comparecer e vamos ver as justificações para a não comparência. Teremos de ver se será necessário a emissão desse mandado de captura internacional.

E no caso de Isabel dos Santos, já a tentaram notificar?
Sim. No caso de Isabel dos Santos, também já foram emitidas as notificações e entregues nas empresas em Luanda onde é sócia. Como temos conhecimento que tem residência entre Londres e Dubai, mandámos para esses países. (Expresso)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close