DestaquesPolítica

MPLA presta atenção às universidades do país

A vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, afirmou, ontem, em Cabinda, que o Executivo liderado pelo MPLA atribui uma atenção especial às universidades, por serem um pilar fundamental da formação do capital humano e do desenvolvimento sustentável do país.

Luísa Damião, que falava para a comunidade académica de Cabinda, no âmbito das terceiras jornadas políticas do MPLA, disse que as universidades constituem uma das chaves para a afirmação da inteligência, para a promoção da ciência, da tecnologia e da cultura, contribuindo, radicalmente, para o desenvolvimento económico e sustentável do continente.

A “número dois” na hierarquia do MPLA considera que a governação do país depende do capital humano e este forma-se através da educação, que é assegurada, principalmente, pela universidade. “A ideia da universidade como instituição imprescindível para o desenvolvimento das nações e dos povos radica desta ser instituição suprema de saber”, sublinhou a dirigente.

Luísa Damião disse que o MPLA sabe perfeitamente que as universidades atravessam ainda enormes dificuldades, mas, paulatinamente, “o Executivo angolano tudo tem estado a fazer no sentido de proporcionar às instituições públicas do ensino superior melhores condições e recursos para investigação, formação específica e contínua de docentes nos cursos de mestrados e doutoramento, assim como no desenvolvimento de infra-estruturas e serviços académicos que facilitem um melhor desempenho desses centros de saber”. A vice-presidente do MPLA está segura de que não haverá desenvolvimento qualitativo e sustentável sem o concurso doconhecimento das ideias, da inovação, da pesquisa e do saber científico.

Jornadas políticas

O MPLA realiza, desde ontem, em Cabinda, as terceiras jornadas políticas, no âmbito da “política aberta” que está a promover, no intuito de interagir melhor com as diversas franjas da sociedade e conhecer de perto as dificuldades com que se deparam.

Para o efeito, uma delegação chefiada pela vice-presidente do MPLA e integrada por 14 membros do Secretariado do Bureau Político do MPLA está, desde o princípio da tarde de ontem, na província mais a Norte do país, onde desenvolve uma vasta gama de actividades.
O dia de ontem esteve reservado à realização do encontro com a comunidade académica de Cabinda, ao lançamento da campanha nacional de plantação de árvores, cujo lema é “Junte-se a nós e plante uma árvore”.

Ainda ontem, a delegação visitou empreendimentos sociais e obras paralisadas, com destaque para o Hospital Materno Infantil “1º de Maio”, Orfanato do Caio Litoral, obras de quebra mar e do Terminal Marítimo de Passageiros, campus universitário, porto de águas profundas e do futuro Hospital Geral de Cabinda.

Hoje, os membros do Secretariado do Bureau Político do MPLA desdobram-se em três equipas de trabalho, para desenvolverem actividades de auscultação às estruturas de base do partido dos municípios sede (Cabinda), Cacongo, Belize e Buco-Zau. (Jornal de Angola)

Por: B. Capita e P. Suculate | Cabinda

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close