AngolaDestaquesPolíticaRegiões

Joana Lina: “Não estou aqui para resolver todos os problemas, mas para ajudar a encontrar soluções para os problemas de Luanda” – Avisou Joana Lina, a nova governadora provincial

A nova Governadora da província de Luanda, Joana Lina, disse hoje, durante cerimónia de transição de pastas do Governo Provincial de Luanda (GPL) que não vai resolver todos os problemas de Luanda, mas sim ajudar a encontrar soluções para os problemas de Luanda.

Joana Lima, empossada no cargo há cinco dias, recebeu das mãos do governador cessante, Sérgio Luther Rescova Joaquim, que vai governar a província do Uíge, em substituição de Pinda Simão, todos os dossiers do GPL.

Na sua intervenção, em cuja cerimónia esteve o ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Marcy Lopes, a agora, governadora da província de Luanda reconheceu que Luanda é uma província com muitos constrangimentos de ordem social e económica e que a pandemia da Covid-19, poderá obrigar a adiar a concretização de alguns projectos ambiciosos.

Joana Lina pediu aos directores províncias, administradores distritais e municipais para que juntos possam encontrar, no meio das dificuldades, soluções que resolvam os problemas que Luanda enfrenta. “Como devem certamente imaginar, nós não viemos para resolver todos os problemas de Luanda mas estamos aqui para ajudar a encontrar os caminhos sustentáveis para a resolução progressiva dos problemas que a sociedade nos pede para serem resolvidos”, frisou.

Joana Lina, mostrando estar consciente do árduo labor que tem pela frente, chamou a atenção os seus colaboradores para que não trabalhem sozinhos e que não pensem que sabem tudo e que, por isso, não querem ouvir outras opiniões. “Vim para a província de Luanda para trabalhar e podem contar comigo”, disse Joana Lina, a segunda mulher a assumir a pasta de governadora de Luanda, depois de Francisca do Espírito Santos, ainda durante a primeira década deste século, nomeada em 2008. (Novo Jornal)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker