DestaquesEconomiaPolítica

Isabel dos Santos perde batalha judicial contra o Estado angolano

No sentido de reverter a decisão do Estado angolano de afastar a Atlantic Ventures da construção do Porto da Barra do Dande, a filha do antigo Presidente da República recorreu a um tribunal arbitral de Paris, que, acabou por ditar uma sentença desfavorável aos interesses da empresária.

Um tribunal internacional de arbitragem, sediado em Paris, indeferiu a acção judicial intentada pela empresária Isabel dos Santos, na segunda quinzena de Setembro, contra o Estado angolano e a Presidência da República. O processo foi movido pela empresária na sequência da anulação do contrato de construção do Porto da Barra do Dande, na província do Bengo, que havia sido concedida a uma empresa sua.

Na acção judicial, segundo comunicado do Ministério dos Transportes, a sociedade comercial Atlantic Ventures, da empresária Isabel dos Santos, “exigia uma indemnização de 850 milhões USD”, alegando danos financeiros decorrentes da anulação do contrato .

Entretanto, a “decisão irrecorrível” da Corte Internacional de Arbitragem da Câmara de Comércio Internacional (CCI), dá conta que a Atlantic Ventures não conseguiu provar que tinha celebrado contrato de concessão com as entidades públicas referidas, “razão pela qual, não é aquela Corte Internacional competente para julgar a acção arbitral apresentada”, informou o gabinete de imprensa do ministro Ricardo D’Abreu.

Para o Governo do Presidente João Lourenço, a decisão de Paris confirma o que já tinha dito. “A Atlantic Ventures não celebrou qualquer contrato de concessão com as entidades públicas Angolanas, não sendo e nunca tendo sido concessionária do Porto da Barra do Dande”. (Expansão)

Por: Nelson Francisco Sul

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker