Política

Eleições 2017: UNITA contesta resultados provisórios

A UNITA, maior partido na oposição em Angola, contestou hoje os primeiros resultados eleitorais divulgados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE), no quadro das eleições de quarta-feira última.

A CNE está “equivocada” e os resultados anunciados são “falsos”, declarou o mandatário da lista da UNITA, José Pedro Catchiungo.

Os resultados preliminares das eleições gerais de 2017 dão vitória ao MPLA, com 64,57 por cento dos votos escrutinados.

De acordo com os dados divulgados pela Comissão Nacional Eleitoral (CNE), ao meio da tarde desta quinta-feira, dos votos escrutinados, o MPLA tem dois milhões, 802 mil e 206 votos, enquanto a UNITA, com um milhão 43 mil e 255 votos, fica na segunda posição (24,4 %).

Os primeiros resultados provisórios indicam que a coligação CASA-CE vem na terceira posição, com 8,56% dos votos validados. Esta formação, que afirma a estar a fazer uma contagem paralela, também contesta os resultados da CNE.

Seguem-se o PRS, com 1,37 % dos votos, a FNLA com 0,95% e a APN, com 0,52%.

Estes resultados dizem respeito a 16 mil 692 (65,53%) mesas escrutinadas de um total de 25.474 previstas.

Quanto aos eleitores já escrutinados, perfazem cinco milhões 938 mil e 853 (63,74%) de um total geral de nove milhões 317 mil 294 cidadãos habilitados ao voto.

Os dados provisórios apontam para uma abstenção de 23,17%. (ANGOP)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close