DestaquesDiplomaciaPolítica

Boris Johnson pede a Trump que não se intrometa nas eleições britânicas

"Aquilo que não fazemos, tradicionalmente, como queridos aliados e amigos é envolvermo-nos nas campanhas eleitorais de cada um", disse o primeiro-ministro britânico.

Com as eleições no Reino Unido a aproximarem-se – têm lugar no dia 12 de dezembro – Boris Johnson fez questão de enviar uma mensagem simpática mas clara a Donald Trump. O primeiro-ministro britânico pediu ao presidente dos Estados Unidos para não se intrometer nas eleições vindouras.

O momento escolhido para este pedido de Boris Johnson a Trump não foi um acaso. O líder norte-americano vai marcar presença na cimeira da NATO da próxima semana, que se vai realizar em Londres.

“Aquilo que não fazemos, tradicionalmente, como queridos aliados e amigos é envolvermo-nos nas campanhas eleitorais de cada um”, sublinhou Johnson durante uma entrevista à rádio LBC. “A melhor coisa a fazer quando se tem amigos e aliados próximos como os Estados Unidos e o Reino Unido é nenhum dos lados envolver-se na eleição do outro”.

No entanto, Trump já deu a sua opinião sobre as eleições britânicas. Fê-lo pouco depois de terem sido anunciadas, no final de outubro. Na altura, o presidente norte-americano afirmou que Jeremy Corbyn, líder do Partido Trabalhista e principal rival de Boris Johnson, seria “muito mau” para o Reino Unido e aconselhou o atual primeiro-ministro a fazer um pacto com Nigel Farage do Partido Brexit.

As últimas sondagens dão uma vantagem confortável a Boris Johnson para ganhar as eleições do próximo dia 12. (Notícias ao Minuto)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker