DestaquesEmpresasNacional

Sonangol e Seadrill criam Sonadrill para gerir navios sonda em águas angolanas

A petrolífera Sonangol e a Seadrill Limited, com sede nas Bermudas e gerida em Londres, criaram a empresa Sonadrill, visando a gestão técnica, comercial e operacional de quatro unidades de perfuração, concentrando-se nas operações em águas angolanas.

Segundo um comunicado da petrolífera, a parceria foi assinada a 06 deste mês e tem uma participação igualitária de 50%, com a Empresa de Serviços e Sondagens de Angola, Lda. – ESSA a representar a Sonangol.

As partes colocarão à disposição da Sonadrill quatro unidades de perfuração petrolífera, recorrendo a Seadrill à sua própria frota e a Sonangol aos seus dois navios sonda – “Sonangol Libongos” e “Sonangol Quenguela”.

Os dois equipamentos, navios de sétima geração, têm capacidade de perfuração em águas ultraprofundas e estão em fase final de construção no estaleiro naval da Daewoo Shipbuilding and Marine Engineering Co., Ltd – DSME, na Coreia do Sul, com entrega prevista para o primeiro semestre de 2019.

A Seadrill Limited, que opera semi submersíveis, ‘jack-ups’ e navios sonda, é uma empresa de perfuração em águas profundas que presta serviços em todo o mundo para a indústria do petróleo, estando incorporada nas Bermudas, mas gerida a partir de Londres.

No comunicado, a Sonangol recorda ter concluído a 26 de Dezembro de 2018 as negociações da transacção desses dois equipamentos com o estaleiro sul-coreano, que configurava já uma situação de pré-litígio, com repercussões negativas para as relações entre os dois países, tendo alcançado uma substancial redução de aproximadamente 400 milhões de dólares (cerca de 348 milhões de euros) do valor inicial do contrato. (Mercado)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Close