InfraestruturasRegiões

Uíge: Novas escolas vão albergar quase dois mil estudantes

Duas escolas de 12 e sete salas de aula, com capacidades para albergar mil e 750 alunos no total, da iniciação à 12ª classe, estão a ser construídas nas localidades de Kawa Grande e Cassamba, arredores do município de Negage, província do Uíge.

As obras, que estão a ser erguidas no âmbito do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios, (PIIM) estão orçadas em 226 milhões e 344 mil kwanzas, e serão concluídas em seis meses.

O empreiteiro, Simão Catraio, assegurou que as condições materiais e humanas estão criadas para que dentro do tempo estabelecido contratualmente as infra-estruturas sejam entregues às autoridades da província.

O soba do Kawa Grande, Francisco Joaquim, disse que os habitantes locais estão satisfeitos, não só porque os estudantes vão deixar de percorrer longas distâncias, mas também porque deixarão de ter aulas debaixo de árvores. “Acreditamos que os nossos filhos, nos próximos meses, vão estudar em lugares confortáveis e consequentemente terão melhor aproveitamento escolar”, sublinhou.

Marcela Carvas, uma moradora do bairro Cassamba, que por pouco perderia uma filha devido às enxurradas que inundaram o rio que os alunos têm de atravessar para ir à escola, disse estar a respirar de alívio por ter esperança de que os estudantes da região não vão mais correr riscos quando tiverem de ir às aulas.

O administrador municipal do Negage, Carlos Samba, fez saber que a região que dirige tem sete projectos em curso, dos quais cinco de âmbito local e duas da responsabilidade do Governo central, destacando-se a construção de três escolas e asfaltagem de seis quilómetros de ruas na vila de Negage

Com uma população estimada em mais de 100 mil habitantes, a vila do Negage está localizada a 37 quilómetros da cidade do Uíge, e é composta por duas comunas , concretamente Quisseque e Dimuca. (Jornal de Angola)

Por: Valter Gomes | Negage

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker