AngolaDestaquesRegiões

Moxico: Mais de 800 mil metros quadrados livres de minas

Luena - Oitocentos 77 mil 992 metros quadrados de terras foram desminados na província do Moxico, de Janeiro a Dezembro de 2020, pelo Grupo Consultor de Minas (MAG).

Durante o processo, foram removidas e destruídas 120 minas anti pessoais, 55 minas anti-tanque, 14 mil 692 granadas de diversos calibres, assim como 12 mil 355 munições de armas ligeiras.

Segundo o representante provincial da Comissão Nacional Intersectorial de Desminagem e Assistência Humanitária (CNIDAH), Chile Manuel  Chicanha, sem mencionar os números, disse que em comparação com o igual período anterior houve uma redução de áreas limpas.

O responsável, em declarações sábado, à ANGOP, no Luena, referiu que actualmente a província conta unicamente com a MAG, porque as outras operadoras, como INAD, Repartição de Engenharia e Infra-estrutura da Região Militar Leste, bem como a Sétima Brigada de Desminagem da Casa de Segurança do Presidente da República, se encontram paralisadas desde 2014.

Informou que as minas continuam a fazer vítimas no Moxico, tendo causado seis mortes, em 20 incidentes, igual número de óbitos em relação a 2019.

Os incidentes ocorreram nos bairros Sakwatcha (Camanongue), bairro Nzaji (Cameia), localidade do Luconha, Luvuei (Bundas) bairro Hoji -ya -Henda (Tchume/Bundas), Liangongo (Léua) e Tchifako na comuna de Cangumbe.

Lembrou que a província do Moxico continua com áreas minadas, num total de 169 e 39 zonas suspeitas.

Por áreas administrativas, o município do Moxico (sede), lidera a lista com 46, Alto – Zambeze (38), Léua (22), e Luau com (21), entre outras. (Angop)

Tags
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker