AngolaDestaquesEconomiaNacionalPetróleo e Gás

Receita fiscal petrolífera fixa-se em Kz 2,6 biliões

A receita fiscal petrolífera cifrou-se em 2,6 biliões de Kwanzas, durante os meses de Janeiro a Abril, deste ano, com a exportação de 138,5 milhões de barris de petróleo (bbs).

A alta de preços do barril de petróleo no mercado internacional  continua a influenciar, positivamente, as contas do país.

Se comparado com o mesmo período de 2021 (Janeiro a Abril), houve um aumento no encaixe de 1,2 bilião de kwanzas, período em que foram exportados mais barris de crude, na ordem 141, 6 milhões de barris, mas ao preço médio de venda de 57,56 dólares norte-americanos, muito abaixo dos valores registados neste ano.

De Janeiro a Abril de 2021, as receitas fiscais petrolíferas fixaram-se em 1,4 bilião de kwanzas.

Nos quatro meses deste ano, o barril de petróleo foi vendido ao preço médio de 94,89 dólares norte-americanos, de acordo com  dados consolidados da Direcção Tributação Especial (DTE) publicados no site oficial do Ministério das Finanças, a que ANGOP teve acesso.

Só a receita da concessionária nacional foi de 1,4 bilião de kwanzas, do total do valor arrecadado, feito com base no valor declarado pela mesma após a dedução dos 5%.

Dos 25 blocos operados, o Bloco 17 foi o que teve maior desempenho ao exportar 44,8 milhões de barris, seguido do Bloco 32, com 18,6 milhões, o Bloco 15, com 17,2 milhões, o Bloco 15/06, com 13,3 milhões, Bloco 0 A Cabinda, com 11,5 milhões e o Bloco 18, com 8,6 milhões de barris.

Foram fontes de receita, de acordo com as declarações fiscais submetidas à Administração  Geral Tributária (AGT) pelas Companhias Petrolíferas, incluíndo a Concessionária Nacional, o Imposto sobre o Rendimento do Petróleo (IRP),  sobre a Produção do Petróleo (IPP)  e  sobre a Transição do Petróleo (ITP).

A produção de petróleo em Angola ainda mantém acima dos 1,1 milhão de barris/dia.  (ANGOP)

Tags
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker