InfraestruturasNacional

Ravina ameaça cortar circulação na En- 225

A ligação rodoviária entre a província da Lunda-Norte e as províncias de Malanje, Cuanza-Norte e Luanda, pode ser interrompida a qualquer momento, em função da progressão de uma ravina que já ‘’engoliu’’ uma faixa da estrada nacional (EN) 225, no troço entre Cambawassa e a sede do Lóvua.

A progressão da ravina, com mais de 10 metros de profundidade, deveu-se a erosão do solo, devido às fortes chuvas que se registaram nos últimos meses na província. Na localidade de Salucunda, município do Cuilo, o problema é mais grave ainda, mais de 20 camiões com bens alimentares e combustível, encontram-se retidos desde o dia 31 de Dezembro, devido à degradação de cerca de 26 quilometros na mesma estrada.

A EN 225 é actualmente utilizada pelos automobilistas e principalmente camionistas para o transporte de bens alimentares, combustível e passageiros de Luanda para a região Leste do país e/ou viceversa. Já a estrada nacional 230, pelo nível de degradação, propriamente nas regiões do Cuango e Xá-muteba, deixou de ser utilizada desde 2019, sendo assim, se se cortar a circular na EN 230, agudiza-se mais a situação e a região Leste do país pode ficar isolada.

Na Quarta-feira, 1, o governador Ernesto Muangala deslocouse ao município de Lóvua para se inteirar da situação e orientou o gabinete dos serviços técnicos e infra-estruturas na Lunda Norte para, a partir de Sexta-feira, começar os trabalhos de abertura de um uma via alternativa, enquanto se aguarda pelo início das obras de estancamento da ravina e da recuperação do troço.

A abertura da via alternativa, segundo o governador, deverá contar com o apoio das empresas mineiras que operam na LundaNorte. As obras de reabilitação da EN 225, numa extensão de 504 quilómetros, tiveram início em 2012. (O País)

 

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ver também

Close
Close