DestaquesEmpreendedorismoNacional

Mello Xavier anuncia negócios no Lubango

O empresário Mello Xavier e o presidente da Associação Industrial de Angola (AIA) elogiaram a realização do 2º Fórum de Negócios e Oportunidades de Investimento Invest-Huíla, que encerrou ontem, no Lubango, por ter representado uma flagrante formação de negócios e a definição de estratégias para o desenvolvimento da agro-indústria.

Mello Xavier considerou a realização do Invest- Huíla “um acto de coragem” e garantiu ter criadas condições para avançar com os projectos que possui nos domínios do turismo e agricultura na província da Huíla.

Com activos na indústria, banca, seguros, construção e agricultura, o empresário reconheceu que a Huíla tem um ambiente atractivo e uma visão abrangente para os negócios, podendo contribuir para a diversificação económica.

“Tenho, na cidade do Lubango, algumas terras para a produção agrícola e na zona do Cristo Rei uma área para um projecto turístico”, explicou, sem avançar o valor dos novos investimentos na Huíla.
O líder da AIA defendeu um maior apoio aos produtores da Huíla e Huambo, que formam o “triângulo do milho”,para acabar com a importação de fuba, um dos elementos da cesta básica. José Severino explicou que o “triângulo do milho” abrange os municípios de Cacula, Caluquembe e Caconda, na Huíla, e termina no Huambo. O Ministério da Agricultura, Instituto Nacional de Cereais, órgão regulador dos cereais em Angola e a AIA trabalham para acabar com a importação de cereais e da fuba, explicou.

Para José Severino, a industrialização do milho na Huíla dinamiza a avicultura e suinicultura. Na Huíla, notou, há falta de aves (está a pedi-las a Benguela, Luanda e outras províncias). “Então se há milho e massambala, pode-se fazer o desenvolvimento localmente”, disse, defendendo, ainda, um maior apoio aos pecuaristas do país, através da Cooperativa dos Criadores de Gado do Sul de Angola (CCGSA). (Jornal de Angola)

Por: Arão Martins | Lubango

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close