DestaquesEconomiaNacional

IGAPE prepara dossier para alienação de hotéis

Luanda - O Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) realiza, no dia 28 de Maio, uma sessão de auscultação para a apresentação de quatro unidades hoteleiras a serem alienadas, com base no processo de privatização em curso no país.

Trata-se dos hotéis Infotur de Benguela, Cabinda, Huíla e Namibe, todos com a categoria de três estrelas.

O IGAPE, de acordo com uma nota enviada à ANGOP,  justifica que a privatização das referidas unidades surge na sequência da restruturação e redimensionamento do Sector Empresarial Público (SEP), que se afigura como um dos objectivos de política de sustentabilidade das finanças públicas, no âmbito do Pano de Desenvolvimento Nacional 2018-2022.

O processo de privatização conduzido por este órgão adstrito ao Ministério das Finanças  tem como objectivo trazer mais capital e “know how” às empresas angolanas, diminuindo a presença do accionista Estado.

Para os investidores interessados no processo de privatização das unidades hoteleiras do Infotur poderão participar da sessão de auscultação do mercado que será feita online.

Estado dos hotéis

Das quatro unidades a serem apresentadas, o hotel da província de Benguela é o único inactivo.

Localizado a seis quilómetros do centro da cidade, tem a categoria de três estrelas, integrado por 132 quartos, dos quais 30 twins, três cadeirantes e 93 quartos duplos. Já o hotel da Huíla, inaugurado em 2017, com categoria de três estrelas, encontra-se em estado operacional.

Erguido nas proximidades do centro da cidade do Lubango, o referido hotel possui 132 quartos, dos quais 30 twins, seis suites, três cadeirantes e 93 quartos duplos. Enquanto isso, o  hotel de Cabinda, igualmente operacional, foi inaugurado em 2017,  também tem  categoria de três estrelas. Tem, igualmente, 132 quartos, dos quais 30 twins, seis suites, três cadeirantes e 93 quartos duplos.

Este, localiza-se a 10 quilómetros do centro da cidade de Cabinda/Aeroporto, a cinco quilómetros da base de Malongo, no principal eixo viário que liga Cabinda ao Congo Brazzaville.

Já o hotel do Namibe, inaugurado em Setembro de 2013, é um hotel de três estrelas, localizado há oito quilómetros do centro da cidade, 500 metros da praia e a 13,1 quilómetros do aeroporto Welwitchia Mirabilis. Dispõe de 126 quartos, dentre os quais 30 twins, 12 suites, três cadeirantes e 81quartos duplos.

Sector de bebidas

O IGAPE dispõe ainda da sua agenda a alienação de participações em empresas do sector de bebidas.

O Concurso Público 04/2020 é referente à privatização de participações detidas pelo Estado Angolano nas empresas CUCA – Companhia União de Cervejas Angola, Sá (1%), na EKA – Empresa Angolana de Cervejas de Angola, SA(4%), na ECN – Empresa de Cervejas N’Gola, Sá (1%).

Segundo o IGAPE, os  interessados ​​podem apresentar as propostas até ao dia 03 de Julho.

As privatizações de empresas do sector público e activos detidos pelo Estado, no qual se inserem as referidas unidades hoteleiras, estão baseadas em diferentes diplomas, como a Lei de Bases das Privatizações e dos Contratos Públicos, entre outros. (Angop)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker