Coronavírus-Covid19DestaquesNacional

Covid-19: Proibido o corte de água e energia eléctrica em Benguela

O Governo Provincial de Benguela orientou a cessação dos cortes de abastecimento de água e fornecimento de energia eléctrica, no âmbito das medidas de prevenção do Covid-19 e prestação dos serviços essenciais à população.

Num comunicado, assinado pelo governador Rui Falcão, o Governo de Benguela refere que a orientação visa garantir a higienização pessoal e colectiva. Apesar de não ter nenhum caso positivo de Covid-19, o Governo Provincial de Benguela alerta as famílias para o uso racional destes bens, no sentido de beneficiar um maior número de pessoas.

À reportagem do Jornal de Angola, uma fonte da ENDE, que pediu o anonimato, explicou que os clientes com dívidas não serão alvos de cortes no fornecimento de energia, durante o período de quarentena. “Quem tiver dívida não terá a sua instalação desligada. Entretanto, existem avarias momentâneas, provocadas por qualquer perturbação no sistema, que não serão possíveis de evitar”, frisou.

Contudo, garantiu que a ENDE terá equipas técnicas disponíveis para reparar as avarias no mais curto espaço de tempo. “Teremos equipas em prontidão. Isso não vai falhar”, assegurou, acrescentando que tudo está a ser feito para que o fornecimento de energia não seja interrompido nas principais cidades do litoral de Benguela.

“ A ENDE está engajada na energização dos centros de quarentena criados nos hotéis Infotur, RITZ e na Vila Olímpica, imóveis que nunca tiveram corrente eléctrica da rede pública”, disse.

Quarentena

Treze pessoas, residentes em Benguela, foram colocadas em quarentena institucional obrigatória, depois de terem violado a quarentena domiciliar. Os visados chegaram ao país nos dias 17 e 18 de Março, provenientes de Lisboa e Porto, Portugal, onde foram registados milhares de casos de Covid-19. Uma equipa médica especializada acompanha o estado clínico dos 13 cidadãos em quarentena.
O governador Provincial de Benguela, Rui Falcão, constatou as condições criadas nos três centros de quarentena e exortou a população a cumprir com as medidas de prevenção do Covid-19 decretadas pelo Governo angolano.

O Estádio Nacional de Ombaka vai ser transformado em Posto de Controlo do Covid-19 para recepção de utensílios de uso pessoal e refeições entregues pelos familiares das pessoas em quarentena institucional obrigatória.
A Comissão Provincial de Saúde Pública para a Implementação do Plano Nacional de Prevenção, Controlo e Resposta ao Covid-19 estabeleceu que os utensílios e refeições devem ser entregues das 7 às 8, das 12 às 13 e das 17 às 18 horas.

“Alerta FM”

Um programa radiofónico denominado “Alerta FM” foi criado na emissora provincial de Benguela, do grupo Rádio Nacional de Angola, para incentivar e promover as medidas de prevenção contra o Covid-19.
O director da Rádio Benguela, Adão Filipe, explicou que o programa será transmitido em português e na língua nacional Umbundo. O programa, cuja primeira emissão foi ao ar no dia 24 de Março, será emitido diariamente durante uma hora, das 19 às 20, com reposição às 23 horas, e terá como convidados médicos, académicos e membros da sociedade civil. (Jornal de Angola)

Por: Sampaio Júnior e Hermínio Fontes | Benguela

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker