DestaquesEducaçãoEspaço UniversitárioNacional

Angola tem 150 cursos de pós-graduação

Cento e cinquenta cursos de pós-graduação, sendo 11 de doutoramento, foram criados no país pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência Tecnologia e Inovação, disse, em Luanda, o director nacional para a Formação Pós-graduação, Emanuel Catumbela.

Falando à imprensa à margem da abertura do ciclo de orientação metodológica para elaboração de cursos de pósgraduação, Emanuel Catumbela referiu terem aprovado apenas duas solicitações de projectos de pós-graduação, dos 42 remetidos ao ministério de tutela, por estarem de acordo com a lei.

Com vista a inverter esse quadro, disse, pretende-se criar condições para que as instituições, ao solicitarem a criação de curso de pós-graduação, possam apresentar propostas de acordo com o estabelecido pela lei.

Explicou que um projecto de formação em pós-graduação não pode ser feito de um momento para o outro, por ter elementos de aprovação e autorização para a sua entrada em funcionamento, que não se consegue em menos de quatros anos.

Ressaltou que cerca de 50 instituições de ensino superior no país, das 72 existentes, já leccionam cursos de pós- graduação, insuficientes devido à necessidade de quadros diferenciados, qualificados e especializados do ponto de vista económico e social necessário.

Para o responsável, é preciso garantir que a oferta de cursos tenha todos os elementos, incluindo a previsão de orientadores.

Por sua vez, o secretário de Estado para o Ensino Superior, Eugénio Silva, disse que, do ponto de vista das instituições de ensino superior, a criação de cursos de pós-graduação é uma prerrogativa das universidades, academias e institutos superiores.

Salientou que, no âmbito da reorganização da rede de instituições de ensino superior pública, as escolas superiores técnicas ou politécnicas poderão ter outra condição que lhes permita solicitar a criação de cursos de pós-graduação. (Jornal de Angola)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close