CooperaçãoDestaquesNacionalServiços

Angola adopta norma japonesa da Televisão Digital Terrestre

O presidente da República estabeleceu prazo de 180 dias para ministérios e comissão multissectorial prepararem a transição para a nova norma.

A implementação da Televisão Digital Terrestre (TDT) já não irá seguir a norma DVB-T2, baseada na tecnologia europeia, como deliberado há cinco anos pelo ex-Presidente José Eduardo dos Santos, mas sim a norma japonesa ISDB-T, usada em 19 países, um deles em África, o Botsuana.

A decisão é do Presidente João Lourenço e foi de imediato saudada pelo ministério japonês da Administração Interna e das Comunicações, que garantiu que irá “apoiar Angola numa transição tranquila” para o sinal digital da televisão terrestre.

A deliberação foi publicada a 20 de Março e é justificada “pelo facto de se ter revelado ineficiente o modelo de negócios e financeiro para a implementação do Programa de TDT aprovado pelo decreto 94/14, de 5 de Maio, com base na norma DVB-T2”.

Esse diploma estabelecia um programa de transição do sinal analógico para a TDT ao longo de quatro anos, com um orçamento de mais de 38 mil milhões de Kz de investimento público para instalação desta tecnologia em 117 localidades. (Expansão)

Por: Luís Galrão

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker