DestaquesFutebolMundoPortugal

Nike convoca Cristiano, Cristianinho, Ronaldo e Ronaldinho para encontrar o melhor do mundo (com vídeo)

Empresa de equipamentos desportivos que veste a selecção nacional com anúncio brutal para festejar o facto de ter duplicado o número de equipas presentes no mundial 2022.

Footballverseu. Um filme que junta o passado, o presente e o futuro do futebol, com a participação de Ronaldo, Ronaldinho, Cristiano Ronaldo e o filho Cristianinho. O Kylian Mbappé de 2022 é melhor do que o Ronaldinho de 2006? E Ronaldo de 1998 é melhor do que o de 2002? Já Cristiano Ronaldo luta consigo próprio…

Footballverseu. Um filme que junta o passado, o presente e o futuro do futebol, com a participação de Ronaldo, Ronaldinho, Cristiano Ronaldo e o filho Cristianinho. O Kylian Mbappé de 2022 é melhor do que o Ronaldinho de 2006? E Ronaldo de 1998 é melhor do que o de 2002? Já Cristiano Ronaldo luta consigo próprio…

Tudo parte de uma conversa entre cientistas num laboratório na Suíça, dois cientistas decidem fazer um tira-teima para saber quem é o melhor entre o Mbappé de hoje e o Ronaldinho de 2006. Para isso, inventam um multiverso chamado “Futebolverso” e começa o jogo com as lendas do jogo e os melhores jogadores do mundo da atualidade, com o objetivo de descobrir uma fórmula para chegar à melhor geração e ao melhor da história.

A gigante americana foi à procura de respostas científicas para as dúvidas que tantas conversas de café alimentam sobre quem é melhor, chamando Kevin De Bruyne, Phil Foden, Virgil van Dijk, Sam Kerr, Alex Morgan e Carli Lloyd a dar um ar de magia.

Para a Nike, o comercial “exemplifica a crença de longa data da Nike de que o futuro do futebol tem um potencial infinito e encoraja uma nova geração de jogadores de futebol a provar isso”. E assim se explica as presenças dos filhos der Cristiano Ronaldo (Cristianinho) e de Patrick Kluivert (Shane Kluivert).

O anúncio teve o maior investimento de sempre da Nike, que espera encaixar cerca de 49 mil milhões de euros com o mundial de futebol e não poupou para festejar o facto de ter duplicado o número de seleções (13, mais do dobro da Adidas, a principal concorrente no mercado de equipamentos desportivos) que serão equipadas pela marca norte-americana, incluindo o Brasil, a campeã França e Portugal. (Diário de Notícias)

Tags
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker