AngolaDestaquesInfraestruturasLifestyle

Beatriz Frank inaugura novo edifício sede em Luanda, no Largo José Pirão

Empresária de moda há 20 anos, Beatriz Frank inaugurou recentemente um novo empreendimento que dá consistência ao seu projecto criativo.

No passado dia 15  a empreendedora angolana mostrou aos convidados mais um produto da sua imaginação.  Trata-se da inauguração do edifício sede do grupo que alberga uma loja, um showroom e uma escola de moda. 

A cerimónia contou com a presença de muitas figuras ilustres, entre as quais  Nina Maria, embaixadora dos Estados Unidos da América; Souad Alaoui, embaixadora do Reino de Marrocos; Júlio Marcelino Vieira, vice governador para o sector económico; Manuel Gonçalves, director provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desporto e Rui Duarte, administrador municipal de Talatona.

“A marca BEATRIZ FRANK, nasceu para democratizar a moda em Angola e criar um consumo mais consciente e sustentável dando primazia à qualidade, à internacionalização e à proximidade com o cliente”, disse a empresária.

A indústria de moda é um segmento bastante relevante para a economia mundial. As receitas globais de e-commerce B2C [directo ao consumidor], atingem vendas de mais de 500 biliões de USD anualmente. O sector cresce em média 11,4% por ano e a expectativa de facturação para 2025 é de 1 trilião de USD.

Em Angola, segundo a empresária, “comercializam-se produtos importados que são vendidos ao triplo do seu preço de custo. Há que mudar este paradigma. Temos muito potencial, há muito que fazer e muito espaço para crescer. Por isso, apostamos na inovação, na formação das novas gerações para fomentar o crescimento do sector da moda nacional, e no digital, para chegarmos mais longe e a mais pessoas com um produto diferenciador, acessível, com design e qualidade.”

Diante da actual conjuntura mundial, a marca inovou, reinventou-se e reaprendeu. Apostou nas vendas através do site www.beatrizfranck.com e nas plataformas de e-commerce, conquistando países como o Congo Democrático, Moçambique, França, Canada, Portugal, UK e EUA.

A empresária não tem medo de arriscar, mesmo em tempos difíceis com a economia global comprometida, em que o mercado da moda foi fortemente impactado, fez das dificuldades um desafio, investiu 1,5 milhão de dólares (10% financiado pela banca) e gerou mais 30 postos de trabalho directos.

Beatriz Franck tem participado um pouco por todo o mundo em exposições, feiras e eventos, demonstrando grande capacidade de resiliência e vontade de levar o selo “Made in Angola” ainda mais longe. (Divulgação)

 

 

Tags
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker