CooperaçãoDestaquesFinançasUnião Europeia

UE reforça capacidades da Força Conjunta do G5 Sahel

A União Europeia (UE) concedeu 138 milhões de euros, como um financiamento aditivo, à Força Conjunta do G5 Sahel, anunciou em Ouagadougou, a sua Alta Representante para a Política Externa e Segurança Comum (PESC), Federica Mogherini.

Num comunicado divulgado no termo da V reunião interministerial dos Estados membros do G5 Sahel, liderada pelo Presidente burkinabe, Roch Marc Christian Kaboré, os participantes advogam uma reação determinada dos países envolvidos e dos seus parceiros para o reforço das capacidades e das Forças Armadas de cada país.

Para a UE, o desmantelamento urgente de milícias é necessário, tendo em conta o recrudescimento dos ataques terroristas nos países do Sahel.

Mogherini deplorou a degradação drástica da situação de segurança, a multiplicação de ataques e atos de violência, incluindo os de carácter comunitário.

Os participantes na reunião sublinharam a necessidade de lutarem contra abusos cometidos por grupos de autodefesa e prevenirem qualquer escalada da violência.

É urgente proceder-se ao desmantelamento das milícias no quadro das reformas do setor da segurança, sublinha o comunicado.

Apesar dos esforços financeiros envidados, a Força Conjunta do G5 Sahel ainda não está operacional porque se trata duma guerra asimétrica contra grupos terroristas islamitas dispersos.

O Exéricto francês está presente no Sahel no quadro da luta contra grupos terroristas islamitas. (Panapress)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close