AngolaDestaquesEconomiaSociedade

Ravinas podem isolar Damba e Maquela do Zombo da sede provincial

Mais de 15 ravinas de grandes proporções ameaçam cortar as estradas nacionais 240 e 140, respectivamente, o que pode isolar os municípios da Damba e Maquela do Zombo da cidade do Uíge, sede capital da província do Uíge.

As ravinas estão em progressão nas referidas estradas nacionais, que ligam a cidade do Uíge com os municípios de Mucaba, Bungo, Damba e Maquela do Zombo, ameaçando cortar a circulação rodoviária entre estas circunscrições, caso não sejam intervencionadas o mais rápido possível.

As ravinas são apontadas como um perigo enorme para quem circula nessas vias, uma vez apresentarem grande profundidade e já destruíram partes significativas das estradas.O Jornal de Angola constatou que a maioria das ravinas não está sinalizada, toma direcção a pontos de curvas apertadas e perto de localidades habitadas, o que constitui preocupação para muitos automobilistas que ali circulam, sobretudo no período nocturno.

A administradora municipal da Damba, Ângela Augusto Cruz, disse que só na circunscrição que dirige estão contabilizadas 13 ravinas, das quais oito de maior relevância, cujas dimensões ultrapassam a capacidade interventiva e financeira local.

Do número de ravinas citadas, indicou uma que se encontra, na localidade de Kasumbi, que já está a ser intervencionada pelo Governo Provincial do Uíge. “A ravina encontrava-se entre rios e faltava muito pouco para cortar a estrada”, disse.

Habitantes de Kiembe, Massinge, Lambo e outras localidades afectadas no território da Damba, bem como automobilistas ouvidos pelo jornal manifestaram-se preocupados com a situação, principalmente por causa da frequência das chuvas que aceleram a progressão das ravinas.

Os habitantes da localidade de Massinge, onde passa a Estrada Nacional 140, consideram a situação de bastante grave, por causa das crianças que, mesmo instruídas, na ausência de adultos, brincam ao  lado  das ravinas.

Os municípios de Maquela do Zombo e Damba fazem fronteira com a República Democrática do Congo e partilham uma vasta extensão terrestre, onde as trocas comerciais entre os dois povos são fluentes.

A província do Uíge, com uma superfície geográfica de mais de 58 mil quilómetros quadrados, é constituída por 16 municípios, 31 comunas e uma população estimada em mais de dois milhões de habitantes. (ANGOP)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker