BrasilDestaquesEconomiaPetróleo e Gás

Petrobras do Brasil direcciona petróleo de Búzios para o mercado chinês

O petróleo de Búzios do Brasil deve fazer mais incursões na China, à medida que a produção do campo aumenta e a estatal Petrobras desvia mais de seu petróleo de Tupi para exportação para uso doméstico.

Búzios bombeou 535.193 barris / dia em Agosto, de acordo com o último relatório de produção da Agência Nacional do Petróleo do Brasil. A produção do campo deve atingir 2 milhões de barris / dia em 2030.

De acordo com a S&P Global Platts, a Petrobras tem direccionado mais volumes de Tupi para o seu próprio sistema nos últimos meses, mas direccionando seu foco para Búzios designadamente os mercados de exportação.

A China National Offshore Oil Company deve aumentar sua participação no campo de Búzios de 5% para 10%, de acordo com um comunicado da Petrobras em 29 de setembro, consolidando ainda mais o grau como um novo concorrente potencialmente importante na China.

A Petrobras actualmente possui 90% do campo de Búzios, com os 10% restantes divididos igualmente entre a CNOOC e a China National Petroleum Corp.

“Com a CNOOC e a CNPC comercializando o tipo na China, sua popularidade pode aumentar com as refinarias chinesas à medida que elas se familiarizam com o tipo”, disse um vendedor de óleo cru citado pela S&P.

As refinarias qualificadas da China, a maioria refinarias independentes, receberam o lote final de cotas de importação de petróleo bruto para 2021 em 14,89 milhões de toneladas. A nova alocação elevou a alocação total de cotas para 171,75 milhões de toneladas para 43 refinarias. Isso é 4,3% menor do que a alocação total de 179,4 milhões de toneladas para 2020 para 44 refinarias qualificadas, a Platts relatou anteriormente.

As importações das refinarias independentes chinesas de Janeiro a Setembro de petróleo pesado brasileiro Tupi caíram 46,7% ano a ano, para 6,07 milhões de toneladas. As importações de Búzios, por outro lado, caíram 34,1% no ano para 1,35 milhão de toneladas no acumulado de Janeiro a Setembro.

Dongming Petrochemical, Hualian Petrochemical, ChemChina, bem como Haike Petrochemical são os principais compradores das cargas de Búzios que chegaram entre Março e Junho de 2021.

CNOOC da China comprará participação no campo petrolífero do Brasil por US $ 2,1 biliões

A empresa chinesa de petróleo e gás CNOOC Ltd quer exercer uma opção e adquirir uma participação adicional de 5% nos direitos de produção do campo de petróleo de Búzios por US $ 2,08 biliões.

O dono do campo, a Petróleo Brasileiro SA, detém 90% dos direitos de exploração e produção de petróleo em Búzios, considerada o maior campo de petróleo em águas profundas do mundo, que a estatal adquiriu em 2019.

Na época, as petrolíferas estatais chinesas CNOOC e CNODC também compraram uma participação de 5% cada uma em Búzios, juntamente com a opção de aumentar a sua participação posteriormente.

A Petrobras anunciou o interesse da CNOOC em aumentar a sua participação em Búzios num depósito de títulos e disse que não espera ver qualquer impacto de uma transacção nas suas perspectivas de produção para 2021.

A CNOOC disse no início desta semana que planeja levantar até 35 biliões de yuans (US $ 5,41 biliões) numa nova emissão de acções na bolsa de valores de Xangai para financiar vários projectos de petróleo e gás.

Readul Islam, analista de pesquisa da consultoria Rystad Energy, disse que o interesse da CNOOC coincide com sua tendência recente de assumir participações minoritárias em grandes projectos globais, como no Brasil, Rússia e Emirados Árabes Unidos. (China/Lusophone)

Tags
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker