AngolaDestaquesEconomia

Governo gastou 670 milhões de dólares com subsídios aos combustíveis no primeiro trimestre

Entre os primeiros três meses de 2022 e de Janeiro a Março do ano passado, houve um aumento de 58% no valor da subvenção aos combustíveis no País, saindo de 408 milhões de dólares para os actuais 670 milhões USD.

O Governo angolano gastou, no primeiro trimestre do ano em curso, 340 mil milhões de kwanzas, correspondentes a 670 milhões de dólares, em despesas para cobrir os subsídios aos combustíveis, aponta o Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) num relatório enviado ao Novo Jornal, no dia 15 de Novembro.

O relatório do IGAPE assinala que só para subvencionar o gasóleo, no primeiro trimestre do ano em curso, o Executivo aplicou 219,2 mil milhões de kwanzas, o equivalente a 432 milhões de dólares, representado, desta forma, 65% do total da subvenção, sendo, por isso, o combustível mais subvencionado. Já em gasolina, de Janeiro a Março, foram gastos em subvenção 68,5 mil milhões de kwanzas (135 milhões USD),representando 20%.

Seguiram-se os 45,5 mil milhões de kwanzas aplicados na subvenção em gás de petróleo liquefeito, e os mais de 6,5 2 mil milhões kwanzas com petróleo iluminante. O Novo Jornal observou, entretanto, que, entre os primeiros três meses de 2022 e de Janeiro a Março do ano passado, houve um aumento de 58% no valor da subvenção aos combustíveis no País, saindo de pouco mais de 215 mil milhões de kwanzas (425 milhões USD) para os já mencionados 340 mil milhões Kz (670 milhões USD). (Novo Jornal)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker