Outras modalidades

Ginastas reclamam entrega dos prémios

Cinco meses depois, as Selecções Nacionais de ginástica nas disciplinas de rítmica, tumbling e duplo-mini, em ambos os sexos, reclamam a recepção dos prémios correspondentes à conquista de 60 medalhas no Campeonato Africano do Egipto, a serem atribuídos pelo Ministério da Juventude e Desportos .

Das 108 medalhas em disputa na prova, Angola conquistou seis de ouro, 28 de prata e 26 de bronze. Na época, a ministra Ana Paula do Sacramento Neto, em cerimónia realizada na Galeria dos Desportos, garantiu a entrega da recompensa.

O Jornal de Angola apurou, de fonte próxima à federação, que os ginastas e encarregados de educação acusam o órgão reitor da modalidade de conivência. “Os atletas querem dar entrevistas sobre o assunto, e condicionam a participação nos Jogos da SADC e Mundial de tumbling”, disse.

Segundo a lei, nove mil dólares é o valor a ser pago para as medalhas de ouro,  quatro mil e 500 (prata) e três e 600(bronze). Ao terminar no segundo lugar do “Africano”, atrás do Egipto, os ginastas qualificaram-se para os Jogos Africanos da Juventude, disputados recentemente em Argel, e  os Jogos Olímpicos da  categoria, marcados para a Argentina,  de 8 a 16 de Outubro.

Em reacção, o director de Comunicação e Imagem do Minjud, Joaquim Clemente garantiu a entrega dos prémios em breve. “Já entregamos o dossier todo ao Ministério das Finanças. Aguardamos apenas que sejam disponibilizadas as verbas. Tão logo isso aconteça, vamos cumprir o prometido, seguramente”, garantiu. (Jornal de Angola)

Por: Teresa Luís

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker