Náuticos

Atletas “facturam” prata e bronze em Salé

A Selecção Nacional de canoagem conquistou, ontem, uma medalha de prata e outra de bronze, nesta edição dos Jogos Africanos de Rabat, na prova disputada na barragem Mohamed Ben Abdellah, na cidade marroquina de Salé.

A dupla Manuel António/ Aldair Neto ocupou o segundo lugar do pódio, na categoria (C2), na distância de 1000 metros, com o tempo de 4 minutos e 5 segundos. Os santomenses Buly da Conceição/Roque Fernandes ganharam o ouro, com o registo de 4 minutos e 3 segundos.
Os tunisinos Seifallah Kendaoui/GhaileneKhattali conquistaram o bronze, com 4minutos e 10 segundos. Na categoria individual, C1, Angola ocupou o terceiro lugar do pódio, por intermédio de Sanda Benilson, que cronometrou 4 minutos e 12 segundos.

Ghailene Khattali, de nacionalidade tunisina, destacou-se na primeira posição, com o registo de 4 minutos e 9 segundos, à frente do santomense Buly da Conceição, com dois segundos a mais (4.11).

Na prova individual de kayaks (K1), Evaristo Morais terminou no sétimo posto da tabela, com 4 minutos e 12 segundos. Ali Mrabet, da Tunísia, com (3.30), Louis Hattingh, da África do Sul (3.31) e Oussama Djabali, da Argélia (3.50) completaram o pódio.

Angola terminou em sexto nos K2, com Evaristo Morais e Jairo Domingos a cronometrarem 4 minutos e 10 segundos. A dupla sul-africana conquistou a medalha de ouro (3.21), a tunisina prata (3.27) e a egípcia bronze (3.41).

Com os feitos da canoagem, na presente edição dos Jogos Africanos, Angola soma uma medalha de prata e três medalhas de bronze. Em declarações à imprensa, o técnico Mateus Afonso afirmou que a conquista das medalhas é resultado de muito trabalho.
“Somos os últimos a competir. Alcançar este feito tem um sabor especial. Felicito os atletas pelo desempenho. Sabíamos que não seria fácil. Mas lutámos para subir ao pódio”. (Jornal de Angola)

Por: Teresa Luís | Rabat

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker