DestaquesFutebol

Silêncio de Messi e companhia gera desconforto no clube

A Direção do Barcelona anunciou corte nos salários devido à pandemia de Covid-19, prevendo redução na ordem dos 70 por cento para os jogadores profissionais das várias seções do clube. E se a medida foi aceite publicamente pelos capitães das equipas de basquetebol (Tomic), andebol (Víctor Tomás), hóquei (Aitor Egurrola) ou de futsal (Sergio Lozan) já no caso do futebol continua a imperar o silêncio sobre o tema.

O silêncio de Messi, Piqué, Busquets e Sergi Roberto, os quatro capitães da equipa de futebol profissional, está a tornar-se desconfortável dentro do clube, segundo noticia o jornal espanhol As.

Mais ainda quando considerarmos que, numa primeira fase, surgiram notícias a dar conta que os futebolistas tinham rejeitado a proposta apresentada pela Direção do clube, considerando excessivo o corte salarial de 70 por cento durante a atual paragem competitiva.

Além disso, Messi e companhia parecem não entender por que razão os responsáveis do clube avançaram com esta medida enquanto no principal rival, o Real Madrid, os jogadores permanecem ilesos aos efeitos económicos da crise do coronavírus. (A Bola)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker