DestaquesFutebol

Ronaldo e Messi procuram sexta Bola de Ouro

O argentino do Barcelona é apontado como favorito à conquista do troféu, que conta entre os finalistas com os estreantes Bernardo Silva e João Félix.

O argentino Lionel Messi é apontado como o principal candidato à conquista da Bola de Ouro de 2019, que premeia o melhor futebolista mundial do ano e que será atribuído esta segunda-feira em Paris. Na lista de favoritos surge igualmente o incontornável Cristiano Ronaldo que, tal como o jogador do Barcelona, procura um inédito sexto troféu. Os portugueses Bernardo Silva e João Félix, são dois dos estreantes a figurarem na lista dos 30 nomeados.

Para além dos inevitáveis Messi e Ronaldo, também o holandês Virgil van Dijk, campeão europeu pelo Liverpool na temporada de 2018-19, surge com com boas possibilidades de vencer o prémio. Se tal se vier a verificar, seria o primeiro defesa a alcançar a Bola de Ouro desde 2006, quando triunfou o italiano Fabio Cannavaro.

Depois de ter vencido o mítico troféu atribuído pela revista France Footballem 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017, o primeiro ao serviço do Manchester United e os restantes pelo Real Madrid, Ronaldo – que detém um recorde de 16 nomeações, mais duas do que Messi – procura chegar à meia dúzia de títulos, desta vez com a camisola da Juventus. Na mesma demanda está Messi, que venceu em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2015, sempre com a camisola do Barcelona.

Ou seja, os dois atletas monopolizaram estes prémios durante uma década, entre 2008 e 2017. Um domínio tão avassalador como inaudito na história do prémio, que só foi quebrado na passada temporada, quando a Bola de Ouro foi entregue ao croata do Real Madrid Luka Modric, que este ano ficou fora dos finalistas.

Se voltar a vencer, Messi irá juntar este prémio ao troféu de melhor jogador da FIFA, denominado “The Best”, que venceu pela sexta vez, a 23 de Setembro deste ano.

João Félix, campeão pelo Benfica na última época e que protagonizou uma transferência estratosférica no defeso para o Atlético de Madrid, a troco de 126 milhões de euros, é igualmente candidato ao Prémio Kopa, que consagra o melhor jogador com menos de 21 anos.

A novidade Prémio Yashin

Em termos de clubes, o Liverpool é o mais representado nesta lista final daFrance Football com sete jogadores. Para além de Van Dijk, estão ainda na corrida o também holandês Georginio Wijnaldum, o inglês Trent Alexander-Arnold, o egípcio Mohamed Salah, o senegalês Sadio Mané, e os brasileiros Roberto Firmino e Alisson.

Este último tem sido apontado como o favorito a vencer o prémio para o melhor guarda-redes, uma novidade neste certame, denominado Prémio Yashin, em homenagem ao antigo guarda-redes da selecção da ex-União Sociética. Para além do defensor das redes do Liverpool, estão ainda na corrida os dois antigos jogadores do Benfica. O esloveno Jan Oblak, do Atlético de Madrid, e o brasileiro Ederson, do Manchester City, que terão ainda a concorrência do alemão Ter Stegen, do Barcelona.

Os prémios da France Football referem-se ao ano civil de 2019, ao contrário dos troféus já atribuídos pela FIFA e UEFA, que se referem à temporada desportiva de 2018-19. (Público)

Por: Paulo Curado

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Ver também

Close
Close