AngolaDestaquesMúsica

Yuri da Cunha, Preto Show e Gangsta marcam presença na vigília pelos detidos na manifestação

Os artistas angolanos Preto Show, Yuri da Cunha e Gangsta deixaram o conforto dos seus lares, na noite da passada segunda-feira (26) de Outubro, e juntaram- se à várias pessoas em uma vigília realizada para clamar pela mudança e, reverenciar os mortos, feridos e detidos durante a manifestação deste final de semana. O acto aconteceu no Largo Sagrada Família em Luanda.

A vigília organizada pelos activistas sociais, visava apoiar os cento e três cidadãos detidos na manifestação do último sábado, e clamar pela liberdade dos mesmos sem a necessidade de se recorrer a trames jurídicos.

Com o agravamento da crise, causada pelas condições impostas pela pandemia da Covid-19, a população angolana tem passado pelo processo de mudanças bruscas, o povo angolano de um tempo para cá, revestiu-se de uma “revolta” interna e sede de justiça pelos inúmeros problemas que a sociedade enfrenta: a fome, a pobreza, o desemprego, a violência policial, e a falta de  bens de primeira necessidade a preços acessíveis.

Ao lado do povo, com velas e rostos entristecidos estiveram Preto Show que recentemente foi vítima de uma confusão envolvendo um áudio vazado, o rapper e activista Gangsta, e o consagrado músico Yuri da Cunha, que em “representação” da classe artística, apoiaram e confortaram dezenas sem pessoas na ocasião. (AngoRússia)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker