AeronáuticaAngolaDestaques

PR aprova 11,8 milhões USD para a Mota Engil requalificar sistema de iluminação do Aeroporto Internacional depois de “apagão” no 4 de Fevereiro na semana passada

O Presidente da República autorizou uma despesa de 11,8 milhões de dólares para a contratação emergencial de requalificação do Sistema de Balizagem Luminosa da Área de Movimento do Aeroporto Internacional de Luanda, depois de, na semana passada, o 4 de Fevereiro ter sofrido um apagão que fez com que vários aviões ficassem em terra durante algumas horas.

A iluminação das pistas do Aeroporto Internacional de Luanda foi entregue à Mota-Engil, com o argumento de que é sendo exigida “a adopção de mecanismos contratuais expeditos e céleres por parte do Executivo para o cumpri mento escrupuloso dos requisitos e das recomendações das entidades que superintendem os Serviços de Aviação e Gestão dos Aeroportos”.

No despacho presidencial é justificado o procedimento emergencial, que vale 4,8 mil milhões de kwanzas, “considerando ser urgente a requalificação do Sistema de Balizagem Luminosa da Área de Movimento do Aeroporto Internacional de Luanda (AIL) 4 de Fevereiro para que se mantenha a robustez e a operacionalidade do mesmo”.

Na semana passada, uma avaria na iluminação do sistema de balizagem deixou o Aeroporto Internacional de Luanda às escuras durante algumas horas, o que impediu que os aviões da TAAG, QATAR Airways e Força Área Nacional de Angola levantassem vôo.

A Sociedade Gestora de Aeroportos informou que, duas horas depois de ter sido detectada a avaria, os técnicos especializados da empresa superaram o problema, tendo sido depois reposta a normalidade da pista e das operações aeroportuárias. A empresa gestora garante a operação aérea em regime integral há mais de 40 anos, com duas pistas, sendo que a principal está em obras desde Abril de 2021, para a reposição do pavimento e do sistema de balizagem diurna e nocturna, com a sua conclusão prevista para Julho. (Novo Jornal)

 

Tags
Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker