AndebolAngolaDestaques

Ministro consternado com morte de jornalista

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, manifestou nesta quinta-feira, em Luanda, consternação pela morte do jornalista angolano, António Ferreira "Aleluia", ocorrido hoje, por doença, em Portugal.

Na nota a que a Angop teve acesso, o ministro afirma que o profissional parte numa altura em que Angola vive um contexto de profundas transformações políticas, sociais, económicas e desportivas, cujos êxitos exigem a plena divulgação por parte da comunicação social.

Em 2015, o malogrado foi o grande vencedor da 9ª edição do Prémio Nacional do Jornalismo, na categoria de imprensa, pelas reportagens publicadas ao longo da sua carreira profissional no domínio do desporto no país e a partir do estrangeiro, realça o documento.

O malogrado foi membro fundador da Associação de Imprensa Desportiva, tendo-se especializado em cobertura de grandes eventos, com destaque para Jogos Olímpicos, Campeonatos do Mundo e Jogos Africanos.

Nascido em 16 de Abril de 1960, António Ferreira “Aleluia” entrou nos quadros das Edições Novembro (detentora do Jornal de Angola e dos Desportos)  no princípio da década de 80.

MPLA consternado com morte de jornalista

O Secretariado do Bureau Político do MPLA manifestou-se consternado pelo passamento físico do jornalista António Ferreira Aleluia” ocorrido hoje, em Lisboa (Portugal), vítima de doença.

Numa nota de condolências a que a Angop teve acesso, o órgão partidário considera Aleluia  um profissional de grande dimensão humana e espontâneo no trato social.

Numa outra comunicação, a Federação Angolana de Futebol escreve que Aleluia foi um quadro de curriculum “invejável” e de grande brio nas Edições Novembro.

Em 2015, o malogrado foi o vencedor da 9ª edição do Prémio Nacional do Jornalismo, na categoria de imprensa, pelas reportagens publicadas ao longo da sua carreira no domínio do desporto no país e a partir do estrangeiro. (Angop)

 

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker