Literatura

«Não acho que João Lourenço tenha perseguido a família de José Eduardo dos Santos» – José Eduardo Agualusa

Regressa ao País dois anos depois e já manteve encontro com vários jovens amantes da leitura e escritores da nova…

Ler mais »

Nigéria – Wole Soyinka: “Atacar a cultura é atacar a Humanidade”

A crise do coronavírus obrigou-o, como todo mundo, a ficar em casa. Mas Wole Soyinka, o primeiro autor africano a…

Ler mais »

“A varanda do frangipani” de Mia Couto traduzido para árabe no Irão

Numa publicação promocional sobre A varanda do frangipani, a Companhia das Letras do Brasil observa que o romance de Mia Couto…

Ler mais »

Literatura angolana: Naturopata Benjamim Sassova lança obra didáctica no Sumbe, Cuanza Sul

O especialista em saúde natural, Benjamim Sassova, traz à tona inúmeras recomendações sobre os benefícios e consequências de tudo que…

Ler mais »

Mia Couto: “A pressa em mostrar que não se é pobre é, em si mesma, um atestado de pobreza”, por Mia Couto

“A pressa em mostrar que não se é pobre é, em si mesma, um atestado de pobreza. A nossa pobreza…

Ler mais »

Clube dos novos leitores africanos: Resenha: Desenterre nossos mortos com música de Mukoma Wa Ngugi

Enquanto escrevo esta resenha, estou ouvindo uma lista de reprodução de músicas de Tizita que o autor postou no You…

Ler mais »

Autores africanos – escrevendo para o mundo

Em 1761, uma criança pequena, Phillis Wheatley (renomeada pela família para a qual trabalhava) foi capturada e levada de sua…

Ler mais »

Argélia – “O Silêncio dos Deuses”: quando Yahia Belaskri sonda as engrenagens do absurdo

Quando a realidade alcança a ficção… A expressão é feita sob medida para evocar o alcance visionário de O Silêncio dos…

Ler mais »

Apoio à Rumba congolesa: Escritor marfinense Emmanuel NGoran declara-se disponível para dissertar sobre a música congolesa

Emmanuel Ngoran, sociólogo , natural da Côte D´Ivoire, foi durante alguns anos, diplomata nas Nações Unidas e aproveitou as suas…

Ler mais »

Hábitos de leitura

Depois da morte das Livrarias Lello e 4 de Fevereiro, em Luanda, onde se podia adquirir, mesmo a preços inflacionados…

Ler mais »
Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker