África

Pescadores decretam greve ilimitada na capital mauritana

Uma greve ilimitada de pescadores artesanais de Nouakchott decorre desde domingo último, constatou a PANA na praia da capital mauritana.

“Nós protestamos contra complicações de que são objeto proprietários de embarcações culpados de recorrer ao serviço de pescadores estrangeiros”, indicaram os grevistas.

Esta lei, adotada em 2012 e teoricamente em vigor em 2017, é inaplicável na realidade, devido a um défice de recursos humanos para uma exploração ótima das embarcações nacionais, refere-se.

Por outro lado, este texto é objeto duma aplicação de geometria variável.

“Nós estamos constantemente sujeitos a sanções pecuniárias devido à nova lei, enquanto operadores intocáveis empregam estrangeiros graças a uma proteção particular”, queixaram-se estes pescadores.

Uma lei de 2012, relativa à reestruturação das pescarias, aplicada desde 2017, proíbe o recurso à mão-de-obra estrangeira em embarcações mauritanas, refere-se. (Panapress)

Mostrar mais

Notícias relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Close

Adblock Detected

Please consider supporting us by disabling your ad blocker